Itaporanga.net
Página Inicial | Notícias | Colunistas | Mural | Links | Bate-Papo | Galeria de Fotos | Contato
Participe de nossa comunidade no Orkut. Siga-nos no Twitter.


Odontomedic

Canais

Mural

Entrar

Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Cadastre-se agora.

Siga-nos

Siga-nos no Twitter


HomeColunistasBastidores • Festas juninas

Bastidores


 

Festas juninas

Print article Send this article to a friend. 

Desde a última semana o Vale do Piancó respira sua tradicional festa junina. De alguma forma ou de outra todos os municípios da região festejam os santos da época. Nas escolas, nas ruas, nos bairros há alguém quejá dançou ou ainda vai cair num bom forró. Mas os municípios que sobressaem financeiramente são os que tratam a festa junina profissionalmente e investem pesado. É a tradição levada para o lucro. Promover a festa junina, principalmente onde ela é tradicional, é muito importante e questão de honra para os prefeitos. Aliás, já teve tempo em que realizar uma grande festa era sinal de eleição garantida. Talvez baseado em argumentos desse tipo que governantes preferiram até atrasar o salário do funcionalismo em contraponto à promoção do evento. O fato é que o prefeito que fazia uma boa festa junina, que investia maciçamente, que contratava grandes bandas, que ornamentava a cidade procurava passar a impressão de que seu município estava tudo a mil maravilhas. Isso ainda acontece, mas o povo está se acordando.



 

 Disputas por público









 


A disputa por público também existe entre as cidades do Vale. A festa junina tomou uma dimensão tão grande na região que os municípios passaram a lutar por turistas. Um dos poucos que não sofre pela competitividade é Piancó porque sua festa começa no início do mês e, por isso, como nenhum outro município do Vale faz festa neste período, os piancoenses lucram. Na luta por público no São João, Boa Ventura disputa com Diamante os turistas de Itaporanga, município mais populoso da região e conhecido pelo povo festivo que tem e pela proximidade com as duas cidades. A promoção da festa simultaneamente nestes dois municípios poderia causar um esvaziamento em cada um. Por esta razão quando Boa Ventura fazia seu São João numa data, Diamante realizava antes ou depois, mas sempre no mês de junho. Este ano a prefeitura de Diamante não se preparou e não fará festa este mês. Outro município que não perde público pela promoção de seu São João de rua é Conceição. Além de ter um bom número de habitante, a cidade recebe turistas das cidades circunvizinhas que não realizam festa junina, a exemplo de Ibiara, Santana de Mangueira e Santa Inês.


Os conceiçãozenses também receberão um bom reforço dos diamantenses.


 


Itaporanga sozinha


 


Terminadas as festividades de São João, é hora do São Pedro descer do céu e entrar na avenida. Apesar dos atropelos, o mais tradicional é itaporanguense. Favorecido pelo seu número populacional e a situação geográfica, a cidade de Itaporanga tem Santa Inês como concorrente. Mas o jovem São Pedro de Santa Inês não coloca medo na festa junina itaporanguense. Já os municípios que acharam inconveniente realizar a festa em junho alegando deficiência financeira, farão em julho. A festa nessa época foi denominada de João Pedro, uma mistura de São João e São Pedro. Pedra Branca é mais tradicional, mas os concorrentes têm aumentado e são fortes. Também farão festa em julho as cidades de Curral Velho e agora Aguiar e Diamante. É salutar essa disputa por turistas. Cresce a cidade, o município se evidencia regionalmente e todos saem ganhando quando o fortalecimento da cultura regional está colocado em primeiro lugar. As manifestações desta época expressam o que temos de melhor em nossa cultura nordestina.


 


Fraude em concursos


 


Há quatro anos a região começou a se deparar com a novidade dos concursos públicos promovidos pelas prefeituras de Boa Ventura, Itaporanga, Emas, Santana de Mangueira, Piancó, Diamante e, ultimamente, Curral Velho. Mas alguns fatos têm manchado os certames pelas denúncias de ocorrência de fraude. Foi o que ocorreu no primeiro concurso de Boa Ventura. As queixas de lá se somaram às do uso desse tipo de expediente no segundo concurso de Itaporanga. Em Boa Ventura o concurso foi para a Justiça; o de Itaporanga parou no medo dos candidatos de denunciar. O de Nova Olinda está em andamento e Piancó vai fazer mais um. E muitos concursos estão vindo por aí, a exemplo de Ibiara e Pedra Branca. Você que vai prestar concurso, fiscalize, investigue e denuncie se desconfiar de fraude. Não tenha medo. Apresente provas ao promotor de sua comarca e lute para que a justiça seja feita. Não é concebível alguém ser beneficiado pelo apadrinhamento político. O prefeito que praticar fraude em concurso deve ser punido rigorosamente.


 


Opinião do Intern@ut@


 


“Foi bastante válido seu comentário sobre a Avenida Getúlio Vargas, que não tem mesmo mais espaço para festas grandes”. (Bruna Kelly Martins


Palitot brunakely20@hotmail.com).


 


Revisão Eleitoral


 


Os municípios de Boa Ventura, Igaracy, Olho D’água e Santa Inês passarão por revisão eleitoral. Eles fazem parte de uma lista de 51 municípios paraibanos cujo eleitorado corresponde a 80% da população. Essa situação é considerada irregular pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), órgão responsável pela determinação do recadastramento eleitoral.


 


Agradar a quem


 


O último dia do São Pedro de Itaporanga, que será no 29 de junho, está programado para acontecer no Campestre Esporte Clube, saída para Boa Ventura. A prefeitura teve a infeliz idéia de, no último dia do evento, esvaziar a Avenida Getúlio Vargas, palco titular da festa, e levá-lo para um local privado. A entrada será gratuita, mas as atrações são pagas com o dinheiro do povo. Três hipóteses podem explicar a decisão da prefeitura: preparar a cidade para uma mudança do local dos próximos eventos festivos itaporanguenses; comprar toda área pertencente ao campestre para a promoção desses eventos; ou agradar a alguém. A derradeira parece-me ser a opção da edilidade municipal. Será que o prefeito já tomou conhecimento disso?


 


A escuridão continua


 


Moradores do conjunto Chagas Soares continuam reclamando a falta de iluminação pública no trecho que liga o centro de Itaporanga à comunidade, segmento da PB-386. O tipo de lâmpada usado para a iluminação é ineficiente. A população do conjunto pede à prefeitura que trate o trecho como se fosse uma passagem de rua e a projete com uma iluminação mais potente. O trecho é passagem de muitos pedestres no local, principalmente os residentes no conjunto e Vila Mocó.


 


Errata


 


No tópico ‘Prefeitura esclarece’da coluna passada, última linha, considere “Os processos referentes a esses municípios já devem estar bem adiantados”.


 


Jogos Escolares


 


Parabéns aos participantes dos XVII Jogos Escolares do Vale do Piancó que, mesmo diante de toda a falta de incentivos, têm sobressaído graças, sobretudo, ao talento e persistência de diretores de escolas, alunos e professores. Um desses baluartes do esporte escolar regional é Onélio Arantes,


professor de educação física de Aguiar, que levou o seu time de futsal masculino, modalidade B, a conquistar o primeiro título nos Jevaps. Os Jogos Escolares foram realizados na primeira quinzena do mês.


 


Refletindo


O tempo pode não apagar mágoas, mas celebra vistudes.






Bastidores:

Print in friendly format Send this term to a friend  Caminhão de feira
Caminhão pau-de-arara. Caminhão coberto, com bancos de madeiras longitudinais na carroceria usados para transporte de pessoas....

Tempo & Clima

Ao Vivo

Rádio Boa Nova - Itaporanga
Rádio Boa Nova
Rádio Cidade de Piancó
Rádio Cidade de Piancó FM
Rádio Correio do Vale Itaporanga
Rádio Correio AM de Itaporanga
Rádio Nativa FM
Rádio Nativa FM de Piancó
Rádio Portal do Vale

Mais Visitados

Links Recentes

Compare Produtos, Lojas e Preços

 
 
 
 

Itaporanga.net
1999-2009 Itaporanga.net
Todos os direitos reservados.
Contato: itaporanga@itaporanga.net